Na sua “origem”, há que distinguirmos dois tipos de AVC.

AVC como resultado de um entupimento de uma artéria (Acidente Vascular Cerebral isquémico)
A maior parte dos acidentes vasculares cerebrais (±85%) são causados por doença das artérias, levando a um “entupimento” nos vasos sanguíneos do cérebro.
A causa mais comum, é a arteriosclerose, ou seja, um processo de endurecimento, perda de elasticidade e espessamento progressivo das paredes das artérias, que acompanha o processo natural de envelhecimento, mas é acelerado por vários fatores de risco, sobretudo pela hipertensão arterial, levando ao entupimento progressivo (“estenose luminal”) de grandes (aterosclerose) e pequenas artérias da circulação cerebral.
Uma outra causa comum é um trombo de sangue formado no coração ou na circulação e transportado para o cérebro, provocando o bloqueio de artérias cerebrais, impedindo a passagem de oxigénio e nutrientes para partes do cérebro, danificando o tecido cerebral e ocorrendo um AVC.
Há várias outras causas mais raras, sobretudo responsáveis pelo AVC de pessoas mais novas.
 

AVC devido a uma hemorragia por rotura de uma artéria (Acidente Vascular Cerebral hemorrágico)

A hemorragia cerebral pode acontecer de duas formas.
- Hemorragia subaracnoideia (cerca de 3% dos AVC): Resultante, na maioria, da rotura de um aneurisma. Um aneurisma é uma dilatação em forma de balão na parede da artéria, que se torna fina e pode romper. Quando o aneurisma rompe, ocorre uma hemorragia entre o cérebro e suas membranas. Às vezes, os aneurismas podem ser identificados antes de ocorrer uma hemorragia. Uma dor de cabeça súbita e intensa, inexplicável e sem outros sintomas, pode ser um sinal de uma hemorragia subaracnoideia.

- Hemorragia intracerebral (cerca de 15% dos AVC): Quando um vaso sanguíneo se rompe para dentro do tecido cerebral, provoca um hematoma que comprime e conduz à morte das células. Além disso, as células nervosas em redor da área da hemorragia não recebem a quantidade de sangue normal, e também sofrem danos. A causa mais comum para este tipo de hemorragia é a hipertensão (tensão arterial elevada).
 
Há ainda casos de Acidente Vascular Cerebral isquémico, que se “transforma” em hemorrágico. Isso acontece geralmente quando uma artéria ocluída reabre tarde demais e o sangue se espalha na parte do cérebro que já estava enfartado (morto).

O que é que causa um AVC?

Membro de:

Apoio científico: